quinta-feira, 30 de agosto de 2007

Bebéteca da Biblioteca Municipal de Murça(Rectificação da Notícia)

A Biblioteca Municipal de Murça, a partir de meados de Outubro, iniciará os trabalhos para a instalação da designada Bebéteca, no âmbito do Projecto “LEITURAS COM BLÁS… no blá, blá da pequenada”, apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Neste sentido, cumpre-nos informar que uma Bebéteca consiste num espaço, dentro da Sala Infanto-Juvenil da Biblioteca Municipal, com fundos documentais apropriados para crianças com idades compreendidas entre os 0 e os 6 anos, nomeadamente livros de pano, de borracha, álbuns, Cd´s-áudio, etc., adequados ao desenvolvimento de competências leitoras na primeira infância.

Uma Bebéteca não é um espaço onde os pais podem deixar as crianças, é sim um local onde se pretende que os pais, os avós, os irmãos mais velhos, os tios, enfim, todos aqueles que têm responsabilidade educativa levem as suas crianças para usufruir das colecções e contribuam, através das suas próprias iniciativas e experiências, para a mediação da leitura.

As crianças nestas idades não sabem ler, no sentido de conhecer as letras do alfabeto, juntá-las em palavras e interpretá-las, no entanto, desde a existência uterina que conseguem ler o mundo à volta delas, isto é, conseguem sentir, interpretar o que as rodeia.

Os bibliotecários, técnicos profissionais de biblioteca, professores, educadores, animadores, os mediadores da leitura em geral sabem que as crianças devem ter contacto com os livros quanto mais cedo possível, com vista a que estes objectos façam parte das vidas delas tão naturalmente como o prato para comer ou a cama para dormir. Este contacto natural permite às crianças a interpretação do livro como um objecto de lazer e não somente como um objecto de estudo, como acontece com crianças que só começam a usar os livros como objecto na escola primária, favorecendo, infelizmente, a aversão à leitura. Ora, as vantagens da leitura são tantas e tão bem conhecidas que se torna desnecessário escrever sobre este assunto.

A família é uma peça fundamental no processo de promoção da leitura junto das crianças, pois é com a família que a criança passa o maior tempo da sua infância, constitui também o modelo basilar de orientação, podendo ser a maior mediadora de leitura, quando tem consciência e conhecimento desse facto. Desta forma, a Biblioteca Municipal de Murça proporcionará formação gratuita, com especialistas na área de promoção da leitura, a todos os familiares interessados, com vista a que estes adquiram conhecimentos e desenvolvam capacidades para desempenhar activamente os seus papéis de mediadores no processo.

A Biblioteca Municipal de Murça espera que os intervenientes usufruam o melhor possível dos fundos documentais que irá disponibilizar, assim como de todas as actividades que organizará para este público-alvo.

Como escreveu Bruno Bettelheim (1975), “hoje, como em tempos idos, a mais importante e mais difícil tarefa na educação de um filho é ajudá-lo a encontrar um sentido para a vida.” Segundo este psicanalista, os contos de fadas, contados a crianças entre os 3 e os 5 anos de idade, são fundamentais para o desenvolvimento de uma personalidade equilibrada do futuro adulto.

Aos contos de fadas acrescentamos as lengalengas, os mitos, as lendas, as novelas, as aventuras, a poesia, os romances, os policiais, os livros de viagens, de história, de ciências, etc., etc. que são importantes ao longo de toda a vida. Os livros, testemunhos da própria vida ao longo dos tempos, alimentam o espírito do Homem que nada mais procura senão sentido, harmonia, em última análise, felicidade…

(Agradeço o artigo cedido e corrigido, via email, por Andreia Amorim, da Biblioteca Municipal de Murça)

Etiquetas - Actividades de Animação, divulgação e Markting ,Serviços de Bibliotecas

1 comentário:

Virgínia Coutinho disse...

Parabéns pela vossa iniciativa. Quando estiver a funcionar avisam-me?
Virgínia Coutinho